Crônica de Quinta

Presépio

Alê Bragion   Exausta, a mãe descansa sobre a palha seca o filho recém-nascido. Aquele que parece ser o pai põe-se de guarda, rondando com os olhos o berço feito de pedra e feno. A criança treme de frio, mas …

Presépio Leia mais »

Papai em Pira

Alexandre Bragion   Papai Noel suava em bicas por debaixo da barba que, diziam seus inimigos, era postiça (sim, por aqui Papai Noel tem inimigos – talvez por conta da cor de sua roupa, vai saber…). Descendo pela Rua Governador, …

Papai em Pira Leia mais »

Galáxias

Alê Bragion   Viver. Reviver. Sobreviver. Existir. Resistir. Subsistir. Galáxia verbal em noites de céu sem estrelas, sem Haroldos de Campos em campos de resistência poética. Então, “começo aqui e meço aqui este começo e recomeço e remeço e arremesso …

Galáxias Leia mais »

Rolar para cima