Artesãs comemoram Dia Mundial do Bordado com exposição, música e contação de história

Evento gratuito acontece dia 30 de julho, no Parque Maria Angélica – foto: Daniella Oliveira

Para comemorar o Dia Mundial do Bordado, no dia 30 de julho, bordadeiras da Associação Art’sTrama e do Grupo Solidário Matriz de São Pedro promovem uma programação especial no Parque Maria Angélica Manfrinato. Com apoio da Coordenadoria de Cultura, das 12h às 17h, ao lado da sede da associação, haverá exposição e vendas de artesanato, música ao vivo, contação de história e recreação para as crianças.

Além de comemorar da data, a presidente da Art’sTrama, Cleusa Briense, disse que o evento também tem o objetivo de unir as pessoas que mantém a tradição do bordado, seja para vender ou não. “Temos bordadeiras com mais de 90 anos na cidade. Famílias que foram sustentadas através de bordado e que ainda se reúnem para bordar e ensinar”, disse.

Além do ponto cruz, as bordadeiras devem expor lindas peças de crochê, oitinho, caseado, ilhós, vagonite e ponto livre. Na loja da associação, também há uma enorme variedade de tapetes de tear, quadros, peças feitas de biscuit, lembranças de EVA, caixas de madeira, almofadas, porta-joias, toalhas de renda, broches, tiaras, cadernos com capas decoradas e várias opções de presentes como a logomarca de São Pedro. “Temos lindas peças de bordados com preços que variam de R$10 a R$400, como lindas toalhas para banquetes”, explicou Cleusa.

A programação gratuita e aberta ao público inclui música ao vivo com Kauê e André Castanho, brincadeiras com equipes de recreação e distribuição de algodão doce e duas contadoras de história que vão falar sobre a tradição do bordado em São Pedro. “Eu mesma nasci e cresci vendo bordado dentro da minha casa. Sou do tempo que famílias inteiras da cidade se sustentam do bordado”, ressaltou a presidente da Art’sTrama, ao lado de Tereza Bragaia, Célia Nicoletti Bilia e Nair Bissoli Stoco.

DATA – Segundo informações do site o clubedobordado.com.br, o primeiro Dia Mundial do Bordado aconteceu no ano de 2011 por iniciativa do Täcklebo Broderiakademin (Academia de bordado de Täcklebo) em Vismarlöv, na Suécia. Desde então, todo dia 30 de julho, a Academia une artistas, educadores, curiosos e historiadores com a proposta de promover o bordado como expressão artística e conscientizar sobre a tradição da técnica. A ideia de criar o Dia Mundial do Bordado veio da vontade de unir pessoas de outros países com o mesmo interesse e celebrar a técnica como ato de criatividade.

Evento conta com apoio da Coordenadoria de Cultura – foto: Daniella Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima