PRISÃO PERPÉTUIA

Quando se fala em punir criminoso, costuma-se lembrar de ressocialização e, se cristão, jamais imaginar pena de morte. Tudo bem. Afinal, cada caso é um caso. Contudo, precisamos atentar para fatos absurdos, como o proporcionado pelo médico anestesista. Estupro, assassinato premeditado e outras barbaridades, não podem prever redução de pena ou qualquer outro benefício. Chega de cela especial, imunidade, saidinha de natal, dia das mães, etc. É necessário urgentemente revisar nosso Código Penal, ser rigoroso contra bandidos ou facínoras, e instituir a prisão perpétua. Chega de leis que ajudam os malfeitores. Ninguém suporta mais o sentimento da impunidade.

 

PONTO FINAL

A Polícia Federal utiliza pelo menos 30 homens na segurança dos candidatos a Presidência da República e exige o uso do colete à prova de bala. As maiores preocupações são com Jair Bolsonaro e Lula, lembrando que a campanha oficial começa dia 16 de agosto.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima