Solidário – Mandato coletivo participa de 4º Campeonato de Skate

Evento reuniu cerca de mil pessoas na Rua do Porto neste domingo (17).

 

Aconteceu neste domingo (17) no Skatepark da Rua do Porto, o 4º Campeonato de Skate Solidário, que contou com o apoio do Mandato Coletivo “A Cidade é Sua” (PV), da SELAM – Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras e outros apoiadores que colaboraram com a realização do evento.

Com a organização da própria comunidade dos skatistas da Rua do Porto, em especial os idealizadores Junior Buiu, Rodrigo Bigga e Daniel Renci, o evento contou com a presença de aproximadamente mil pessoas, que acompanharam as manobras das categorias iniciante, amador, best-trick e categoria old-school, além de diversas atrações musicais como Fraternidade Recordsas e as bandas Roiava e AZEDOOM.

Em avaliação do campeonato, um dos organizadores, Daniel Renci ressaltou a relevância do apoio do Poder Público para o fortalecimento das ações de incentivo ao esporte, e agradeceu a equipe do Mandato Coletivo pelas contribuições neste evento e demais demandas do segmento, e também elogiou o Secretário de Esportes, Hermes Ferreira Balbino, pela solicitude e atenção ao movimento do skate.

O assessor parlamentar Pablo Carajol, em sua fala no evento, lembrou da importância cultural e histórica da pista de skate da Rua do Porto, que completa 30 anos de existência, bem como chamou atenção para as outras 6 pistas do Município, que necessitam de manutenção e reformas.

Durante as inscrições foram arrecadados aproximadamente 100kg de alimentos não perecíveis, como campanha de solidariedade. Os alimentos serão distribuídos para pessoas em situação de extrema miséria, como moradores de rua.

Segundo Junior Buiu, um dos idealizadores do evento, o principal objetivo do campeonato é a solidariedade e união entre os skatistas. Ele esclareceu que a comunidade do skate sofre muito na busca de premiações pelo fato de todos os prêmios serem doados e, no momento de crise que estamos vivendo, é mais difícil os lojistas e fabricantes doarem materiais e peças de skate. O evento não tem fim lucrativo e só ocorreu graças aos apoiadores que disponibilizaram os prêmios, aos quais agradeceu.

O campeonato, mais do que favorecer a prática do skate, dando oportunidades e visibilidade para os esportistas, simboliza a mobilização do movimento sociocultural e da comunidade skatista, que se utiliza deste espaço público e luta pela sua continuidade e melhoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima