Diversidade Cultural foi tema de teatro dos alunos da Etec Gustavo Teixeira

Professora Fátima é responsável pela aulas de teatro na Etec – foto: Daniella Oliveira

“A maior arte é aquela ao agrado dos olhos e, principalmente, ao alcance da nossa realização”. É assim que a professora de artes e do Projeto Itinerário da Escola Técnica Gustavo Teixeira (Etec), Fátima Oliveira, define o papel de sua disciplina na Educação. Com apoio da diretora da unidade, Márcia Herculano, recentemente duas turmas da escola ficaram conhecidas pelas peças apresentadas na programação do Mês da Diversidade, realizada pela Coordenadoria de Cultura de São Pedro.

A peça “Diversidade sim, felicidade também!” teve seu roteiro produzido exclusivamente para o evento. “Procuramos retratar as diversas formas de diversidades, de uma forma bem sucinta. O objetivo maior foi mostrar as dores através das sombras, com os personagens de rostos pintados. Eles retratam os medos, as angústias e as dores que ficam nas pessoas que sofrem algum tipo de preconceito”, disse Fátima, sobre o trabalho de 28 alunos do terceiro ano.

Depois de uma roda de conversa, prévia do roteiro e poucos dias de ensaio, o principal objetivo foi alcançado. “A mensagem maior dessa peça é realmente dar um grito por um pedido de respeito, de empatia para as pessoas. Porque na verdade, só se respeita quando se coloca no lugar do outro”.

Sobre a segunda peça, Curiosidades da Emília, encenada por alunos do primeiro ano do projeto Itinerário em Linguagens, o assunto foi a diversidade cultural. “Falamos sobre as novas formas de cultura. A personagem Emília fica curiosa para saber como as outras bonecas, de outros países e outras culturas brincam, se relacionam e falam. No palco mesmo, a tia Anastácia vai costurar novas bonecas, como a africana, a ucraniana, já passando uma mensagem de paz”, explicou.

Apesar de não ser um grupo permanente, já que todos os anos surgem novas turmas na escola, a professora explicou que o teatro é um tema trabalhado sempre a partir de agosto. “Normalmente os alunos são avaliados em outubro, mas no caso da peça sobre diversidade, fizemos antes por conta do convite do Ivan, da Cultura”.

Há oito anos na Etec Gustavo Teixeira, a professora trabalha com a autoestima, a postura e o trabalho em grupo dos alunos. Para ela, a arte promove uma transformação instantânea na educação das pessoas. A diretora disse que a disciplina é fundamental na escola. “É através dessa representação que a gente pode mudar o mundo e refletir sobre nossas ações. Os alunos agarram os desafios e entendem o papel deles nesse mundo de transformação”, declarou Márcia. Elas agradeceram a oportunidade dada pela Coordenadoria de Cultura. “Agradecemos ao Ivan por trazer temas como a diversidade, que é tão importante para nossa sociedade”.

fotos: Daniella Oliveira

Diretora Márcia Herculano e professora Fátima Oliveira falaram sobre a importância do teatro para os alunos da Etec Gustavo Teixeira, em São Pedro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima