Caldeirão Político

FEDERAL — I
Os bastidores do Partido Solidariedade (SD) confirmam que o presidente do Sindicato dos Bancários, José Antonio Fernandes Paiva, é pré-candidato a deputado federal e está em ritmo de trabalho. O candidato natural seria o metalúrgico José Luiz Ribeiro, ex-secretário de Estado e do Município, ex-vereador, mas é preciso cuidar mais da saúde. Nosso desejo é que Zé Luiz melhore cada vez mais: enfrentou a Covid-19.

 

FEDERAL — II
Não só Paiva confirmou sua pré-candidatura ontem como também, alegre, disse que “já iria trabalhar em favor da pré-candidata Professora Bebel (PT) para deputada estadual, que concorrerá pela reeleição, mas agora terei alegria em fazer dobradinha”. Em outras palavras, símbolos da oposição ao Governo Federal e ao Governo Estadual, Paiva e Bebel estarão firmes na disputa de outubro.

 

FEDERAL — III
José Antonio Fernandes Paiva foi vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e trabalha na liderança da esquerda em Piracicaba há muitos anos. Ultimamente mais como Centro-Esquerda, Paiva dedicou-se ao companheirismo do ex-prefeito Barjas Negri (PSDB). Pela experiência político-partidária, Paiva é um nome que se destaca no cenário político regional.

 

FEDERAL — IV
Um pré-candidato que estará percorrendo Piracicaba, hoje, é Edson Moura, ex-prefeito de Paulínia por três vezes, inventor do protetor de escapamentos das motos idealizado na década de 1.980. Ele vem pelo PSD liderado pelo ex-ministro Gilberto Kassab e sua atuação por estas bandas tem a ver com o Ibrafem (formação de futuros empresários) e também com negócios nas terras que dividem os municípios de Piracicaba e Rio das Pedras.

 

MAGAZINE — I
Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, receberá na próxima segunda (9), em Nova Iorque, o Prêmio Personalidade do Ano 2022, concedido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, o principal evento da comunidade brasileiro-americana nos Estados Unidos.

 

MAGAZINE — II
A homenagem ocorrerá durante o jantar de gala acontecerá no Glasshoue (660 Twelfth Avenue). Mais de 1.000 líderes da comunidade empresarial, financeira e diplomática internacional reúnem-se na cidade, todos os anos, para homenagear os premiados neste evento tradicional. Ótimo. É a mulher brasileira em merecido destaque.

 

LAMENTO — I
O Movimento de Combate à Corrupção em Piracicaba (MCCPir) lamenta que vereadores utilizem, em documento público, imagem considerada falsa por não ter sido criada pelo MCCPir. Lamenta que, em tempo que deputado estadual é cassado por falas sexistas, na Câmara Municipal local vereador e assessor que agrediram jornalista nada sofreram. Seria um Conselho de Ética para indicar o melhor caminho?

 

LAMENTO — II
Nas mais de cinco décadas de jornalismo diário, este Capiau de Piracicaba poderia lamentar muito mais do que a simples falta de ação de um Conselho de Ética de um Parlamento. Mas é melhor não ficar lamentando, porque ética não é questão setorizada. A Ética é, antes de tudo, o cumprimento do não obrigatório. E isto não é para qualquer pessoa, por mais culta e bem votada que seja. Continua, o Capiau, idoso e cansado, e não poderia ser diferente.

 

TAPA? — I
A presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, do Paraná, reagiu a um protesto de uma mulher contra o ex-presidente Lula, semana passada em São Paulo. Em vídeo que circula pelas redes sociais, uma mulher grita “Lula nunca mais!”, enquanto Lula chegava a um evento. “Por que você não vai embora? Saia”, reage a presidente petista.

 

TAPA? — II
“Você também nunca mais”, rebate a manifestante, que protestava contra os líderes petistas. “Dá vontade de ir lá e dar um tapa”, retruca a presidente Gleisi, o que é lamentável para este Capiau. Política não se faz assim, senhora presidente petista. Nos tempos de JK, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, Prestes, Getúlio, Sarney, Brizola, Lacerda, Jango — e um desfile de tantas lideranças — nada disso.

 

LIDERANÇAS
As lideranças trabalham com calma, tranquilidade, muitas histórias há sobre isso. São boas e das melhores as histórias em que os políticos somam, aos desafios e às ofensas, muita força e tranquilidade para garantir sucesso futuro. Aliás, como foi ao desafio de um eleitor no sul de Goiás perante JK em relação à construção de Brasília. Fez, do desafiador, um amigo e construiu a Capital Federal, tão prometida desde os tempos de Dom Bosco.

 

JK
Boas essas histórias deste Capiau. O lendário JK só não conseguiu, com toda experiência de ex-governador das Minas Gerais e de ex-prefeito de Belo Horizonte, apagar o que há de mais difícil e amargo em Brasília: a solidão do poder. Isso é que mais prejudica os que fazem o exercício político na Capital desenhada tão bem por Oscar Niemayer e construída por Lúcio Costa.

 

GUSTAVO
O vereador Gustavo Pompeo (Avante) pensa muito em cumprir o atual mandato de vereador, fazer planos, e mostrar que os votos devem ser respeitados. Vereador eleito, vai até o fim do mandato. Projetos para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo mais pela frente, com apoio de motociclistas de todo o Estado. Lembrar do respeito de João Dória (PSDB) quanto a mandatos, nota mil ao vereador Pompeo.

 

TRISTE
Muito triste quando um político desrespeita o seu próprio mandato. Eleito vereador ou prefeito, interrompe o mandato e disputa o outro. Seja renunciando ou não, esse desrespeito é muito triste. Capiau diz triste em relação ao que eleitor que o colocou numa função e o tempo de mandato é interrompido. Só triste, nada mais. Cada um desrespeita o eleitor na e da forma que achar melhor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima