A prostituta centenária

Francys Almeida

Profissão das mais antigas da história da humanidade, a prostituição é citada inclusive nos primórdios bíblicos, principalmente praticada por mulheres em vulnerabilidade.
No entanto, a prostituição no meio político é por motivos no mínimo antidemocráticos, um exemplo é quem se vende por “conveniência” abrindo mão de sua essência, não há “virgem na zona política”, mas o que é inédito até aqui é que a prostituta é centenária. “Não se deixem enganar pelos cabelos brancos, pois os canalhas também envelhecem”, escreveu Rui Barbosa
Além de se prostituir politicamente, muitos partidos excluem do debate democrático quem se opõe aos desmandos hipócritas de quem não aceita contraponto.
II Pedro 2.22 assegura: “Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: “O cão volta ao seu vômito” e, ainda, “a porca lavada volta a revolver-se na lama”.
A chegada da Federação deu ao cenário eleitoral uma sobrevida a partidos que não têm votos, mas esse casamento por conveniência certamente ajudará a reeleição do atual presidente. O objetivo não é a vitória da democracia; o que prostitutas gostam mesmo é de dinheiro.
______
Francys Almeida, advogado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima