Notícias +

PRIMEIRA

No final desta semana conheceremos as novidades sobre as eleições de outubro próximo. Sexta-feira, 1 de abril, termina o prazo para a mudança de partido, de acordo com a lei 9.096 /95, artigo 22-A, reformada em 2015, lei 13.165 que aponta para o Prazo Político. Expectativa quanto ao número de candidatos em Piracicaba e os partidos escolhidos. Logicamente essa curiosidade envolverá também os grandes nomes da política brasileira. Por exemplo: quem acompanhará o presidente Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin? Eduardo Leite renuncia o governo do Rio Grande do Sul, restando saber se continuará no PSDB e que cargo irá disputar dia 2 de outubro.

 

MUITO CUIDADO

Existem denúncias sobre fraude envolvendo o carnê do IPTU. Tudo começou com a distribuição da cobrança por parte de inexistente empresa terceirizada. Logicamente a Prefeitura de Piracicaba contesta e explica que todos os carnês são entregues pelos Correios com o respectivo carimbo.

 

SEM MISTURAR

O Igreja Católica não quer associar quaresma e carnaval. Por causa da pandemia, desfiles das escolas, casos de São Paulo e Rio de Janeiro, foram transferidos para abril, mês da Semana Santa, mais precisamente nos dias 21, 22 e 23. Não haverá coincidência de datas, pois a quaresma termina em 9 de abril, com o Domingo de Ramos no dia 10 de abril, abrindo a Semana Santa que culminará com o Domingo de Páscoa em 17 de abril.

 

IMPOSTO DE RENDA

Nos bancos você consegue o extrato do Informe de Rendimentos no caixa eletrônico. Mas, a exemplo dos anos anteriores, o Santander só libera o comprovante presencialmente, através da gerência. Lembramos que o prazo para a entrega da sua declaração termina dia 29 de abril.

 

DIFÍCIL NEGOCIAÇÃO

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Piracicaba e Região, acionou o Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) para ajudar (intermediar) na negociação com a Prefeitura Municipal o reajuste salarial. Embora pessimistas em virtude da resistência do prefeito Luciano Almeida, os sindicalistas torciam ontem (29) por um diálogo positivo. Sem acordo, a assembleia já decidiu pelo início da greve depois de amanhã, sexta-feira, 1 de abril.

 

CLIMA RUIM

Sempre tem alguém contra alguém na Câmara de Vereadores de Piracicaba. Rivalidade entre partidos é normal, e existência de situação e oposição são saudáveis. No entanto, ataques pessoais, ofensas e difamação jamais podem ser aceitas. Saber respeitar é a primeira condição para um parlamentar (ou qualquer outra pessoa) que tenha a intenção de honrar o seu nome.

 

PROVIDÊNCIA E AGILIDADE

São muitos os apelos na mídia para que a mulher denuncie as agressões que sofrem. Nada mais correto e justo. Mas, é ´preciso e até indispensável, rapidez e eficiência nas providências. Pelo histórico conhecido sobre o feminicídio ocorrido no último dia 24 nas imediações da Escola Honorato Faustino, a vítima por várias vezes registrou BO e, por fim, deu o que deu. Poderia se dizer que a coragem dela em acionar, alertar ou avisar a polícia de nada adiantou?

 

FESTAS VOLTANDO

Aos poucos, felizmente, o retorno a normalidade. É a volta dos bons e grandes momentos para o público piracicabano. Em abril, a 32.a edição da Paixão de Cristo no Engenho Central: de 14 a 17. Em maio, a 37.a edição da Festa das Nações, também no Engenho, nos dias 18, 19, 20, 21 e 22. Em junho, a Festa de Santo Antonio, o Padroeiro de Piracicaba, com tudo acontecendo na praça da Catedral. E, em julho, também a volta da Festa do Divino, 196 anos de tradição, de 10 a 17, na Rua do Porto.

 

SOBRA VACINA

O estado de São Paulo decidiu pela quarta dose contra o coronavírus para pessoas de 60 a 80 anos. No momento, em Piracicaba, a vacinação atende quem tem 80 anos ou mais, mas em São Paulo (capital), a vacinação já é para 70 anos ou mais. Por falar em vacina, lembram da 100% brasileira, a Butanvac anunciada em abril de 2021? Pois bem. Dez milhões de doses estão paradas, segundo as informações, emperradas em testes. O risco de perder tudo por conta do prazo de validade existe.

 

EDUCAÇÃO É TUDO

Nas reuniões ou encontros políticos, Roberto Morais (Cidadania) sempre é cumprimentado pela quantidade de emendas que tem conquistado para Piracicaba e Região. O deputado estadual diz que todas são comemoradas, pois representam aquilo que o município ou instituição precisa ou pediu, porém, ressalta sua alegria por colaborar com a saúde pública e educação. Para o parlamentar, a escola (educação) é tudo, principalmente em se tratando de crianças que jamais podem ficar sem as aulas. Lembra Roberto Morais da conquista do horário integral, uma vitória de valor incalculável. Termina dizendo: “É o pai e principalmente a mãe quem podem realmente avaliar, dimensionar a importância da escola para seus filhos. Por isso, fico feliz pela construção da escola na região do Vida Nova, que garantirá 840 vagas com ensino integral”.

 

SEM CRISE?

Independentemente de ser ou não um bom administrador público, uma coisa é certa: Luciano Almeida provoca polêmicas. Mais uma estaria por vir: o prefeito se mostra propenso a mexer no sistema de horas trabalhadas pela Guarda Municipal. Deixaria de existir a jornada 12×36 horas, com a implantação da jornada de 8 horas. A informação é de que os policiais não aceitam e gostariam de debater com Luciano Almeida, temendo uma imposição.

 

MUITOS APLAUSOS

Tudo que é bem feito ou organizado, só pode dar certo. Foi o que aconteceu com o Jantar Alemão, no Cristovão Colombo, promoção do Lions Clube Piracicaba Independência, com apoio de instituições, entre elas, o Hospital dos Fornecedores de Cana. Parte da arrecadação foi direcionada para atendimento aos pacientes do SUS. Sucesso com casa cheia. Ingressos esgotados.

 

FOCO

A professora Ana Maria Meirelles Mattos, em 1972, a convite do pai dr. Nelson Meirelles, decidiu dividir o seu tempo: pela manhã na sala de aula e a tarde, ocupava-se com a gerencia da rádio Educadora AM 1060. Espontânea, respeitada e caridosa (dedica-se a religião católica), ela continua comandando a emissora priorizando a amizade e a confiança. Segunda-feira última, dia 28, se declarou triste no programa “Comentaristas da Educadora”, em razão da derrota do Corinthians. Para descontrair, perguntaram-lhe se podiam colocar no ar um pedacinho do hino do São Paulo. A diretora não pensou duas vezes para a resposta. “Não”. Risos pela sinceridade. A ordem foi obedecida.

 

ÚLTIMA

Cada vez mais vemos e ouvimos ex-jogadores como comentaristas de futebol na televisão e no rádio. Nada contra, mas não representa o melhor para a comunicação. O microfone antes de mais nada, exige uma série de qualidades que credencia o comunicador a se identificar perante o ouvinte. Não basta ser ou ter sido craque no campo. Poderia, por exemplo, ser utilizado para momentos pontuais, assim como acontece com o comentarista de arbitragem. O comentarista titular tem que ser um profissional do jornalismo ou da comunicação. Ganha mais autenticidade. Não basta o nome famoso, pois é indispensável o dom. Ou talento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima