Medalha de Mérito Estudantil

Sergio Oliveira Moraes

 

Peço aos senhores e senhoras vereadoras e vereadores que, incondicionalmente, esqueçam diferenças de qualquer natureza partidária e pensem que essa é uma medalha que homenageará Luiz Vicente de Souza Queiroz – muito, mas muito maior que todos nós. Não devemos perder a oportunidade com questões menores. Lembrem-se que passaremos, mas Luiz de Queiroz não, ele está ligado visceralmente à nossa cidade, a mesma que lhes paga os salários. Portanto não vacilem, apoiem!
Tenho, em artigos anteriores neste mesmo jornal, manifestado minha indignação e preocupação como o Projeto de Decreto Legislativo (P.D.L.) no . 08/2022, que institui na Câmara Municipal de Piracicaba a “Medalha de Mérito Estudantil Professor Olavo de Carvalho”. Apresentei, nesses artigos, evidências de origens e argumentos variados, sempre preocupado com as afirmações do senhor Olavo de Carvalho (tais como “ Albert Einstein foi um farsante e inventou a Teoria da Relatividade…”,“ Isaac Newton é portador de uma burrice formidável ”,“ Galileu Galilei não passou de um charlatão protegido pelo papa”). Tal preocupação não se deve apenas ao impacto em uma “Medalha de Mérito Estudantil”, mas também com o ridículo a que nossa cidade se exporá.
Agora, senhoras e senhores vereadores e vereadoras, com o Substitutivo ao P.D.L. No. 08/2022 há a possibilidade não só de evitar que Piracicaba entre no anedotário político, mas principalmente, que se homenageie Luiz de Queiroz. Reforço que não é o momento para diferenças! Senhores e senhoras, é uma homenagem incontestável e que não irá mudar a autoria original do P.D.L. No. 08/2022, mas ligá-la assim à Câmara Municipal e, principalmente, à cidade, ao reconhecimento a Luiz de Queiroz.
Sigo confiante que o bom senso levará à aprovação do Substitutivo, mas atento (!), passo à trechos transcritos quase que literalmente da Justificativa para que o nome de Luiz de Queiroz estampe a “Medalha de Mérito Estudantil Luiz de Queiroz”. Os trechos servirão também para que nós, leitoras e leitores da sociedade, tenhamos acesso a esse item de um P.D.L. ou seu Substitutivo, como é o caso. E que deve ser muito bem justificado, diga-se de passagem, para que nós contribuintes sejamos convencidos do bom emprego dos tributos que nos são cobrados. Destaco abaixo trechos de alguns “considerandos” desse importante Substitutivo:
“Considerando que Luiz Vicente de Souza Queiroz é, sem sombra de dúvida, um dos mais importantes mecenas da educação em Piracicaba e – sem exageros – na América Latina (…) Considerando que, tendo trabalhado com afinco, Luiz de Queiroz gastou praticamente toda a sua fortuna no sonho de erigir a nossa Escola Agrícola (…). Considerando que Luiz de Queiroz era pessoa de temperamento alegre e sociável, dedicado ao meio ambiente – tendo arborizado praças e grande número de ruas (…). Considerando que em 1889 Luiz de Queiroz adquiriu a fazenda São João da Montanha, de propriedade de João Florêncio da Rocha, com 131 alqueires e distando três quilômetros da cidade – a qual ele, anos depois, veio doar ao Estado de São Paulo com a condição que, em 10 anos, ali se encontrasse fundada uma Escola Superior Agrícola.
Considerando que Luiz de Queiroz não viveu para ver seu sonho – uma vez que em 11 de junho de 1898, repentinamente, ele morreu, em plena atividade e em pleno serviço à cidade e ao país. Considerando que em 3 de junho de 1901, após quase três anos da morte de Luiz de Queiroz, foi inaugurada a Escola Agrícola Prática de Piracicaba (…). Considerando que, graças a pessoa de Luiz de Queiroz, a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ), da Universidade de São Paulo (USP), e voltada ao ensino, pesquisa e extensão universitária nas áreas das ciências agrárias, sociais aplicadas e ambientais, pode oferece hoje sete cursos de graduação, dezesseis programas de pós-graduação (PPG), um PPG Internacional e 2 PPGs de Interunidades – por onde passam e passaram uma infinidade de alunos de Piracicaba e do Brasil.
É inconteste a melhor adequação do nome de Luiz de Queiroz à propositura de tal importante medalha, celebrando-se assim um nome efetivamente ligado à educação e que – além de todos os méritos reconhecidos no campo educacional em nossa cidade e em nosso país – ainda é “cidadão piracicabano” com título outorgado “post-mortem”, concedido historicamente por esta Câmara em 30 de novembro de 1982.”
Senhoras e senhores leitores, vereadores, leitoras e vereadoras, nada tenho a acrescentar à justificativa. Ela nos lembra que há figuras na história para as quais é impossível dimensionar o benefício de seu sonho – e Luiz Vicente de Souza Queiroz está entre eles. Portanto, não podemos deixar de agradecê-lo, homenageando-o em nossa cidade sempre que a oportunidade se apresentar.
Por favor, deixem as diferenças e permitam que a cidade agradeça homenageando Luiz de Queiroz. Não desperdicem a oportunidade! Muito obrigado,
___
Sergio Oliveira Moraes, professor doutor aposentado da ESALQ/USP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima