Museu Gustavo Teixeira terá Café Musical neste sábado

Exposição sobre 100 anos da Semana de 22 também será aberta

Peças de Villa Lobos e Mário de Andrade estão no repertório do Café Musical marcado para o dia 19 de março, sábado, às 16h, no Museu Gustavo Teixeira. Esta edição especial vai comemorar os 50 Anos do Museu e da Biblioteca e os 100 anos da Semana de Arte Moderna, além de celebrar a paz.

O Ateliê Sandra Golinelli convidou para este Café especial os artistas Claudia Ognibene Kiszely (flauta transversal), Cláudio Remistico (voz-tenor), Gabriel Polegate (viola caipira), Rosa Migatta (voz-soprano), Tatiana  Paschoalli (declamadora),  o Grupo Vocal Vozes do Itaqueri, além de Sandra ao piano.

A apresentação será realizada no pátio do Museu e todos os protocolos sanitários serão mantidos, como uso obrigatório de máscaras.

SEMANA DE 22 – Após a apresentação, gratuita, acontece a abertura da exposição “1922 – 2022. A Semana que não terminou”, em comemoração ao centenário deste marco do movimento modernista brasileiro.

A exposição aborda aspectos históricos da Semana e como ela reverbera até hoje.  São 14 painéis e um ponto instagramável. Um dos painéis trata da relação do poeta Gustavo Teixeira com os modernistas e todos trazem QR codes com mais informações sobre os temas.

“A arte e a cultura brasileiras foram profundamente impactadas pela Semana de Arte Moderna de 1922 e essa influência ainda permeia nossos fazeres artísticos”, destaca o coordenador de Cultura, Ivan Teixeira, também responsável pela concepção artística da mostra, que tem ainda pesquisa de Giovana Martinez, direção de arte de Danilo Stocco, ilustrações de Sérgio Esteves e produção de Zinni Soluções

SERVIÇO – Café Musical no Museu Gustavo Teixeira, com participações de Claudia Ognibene Kiszely (flauta transversal), Cláudio Remistico (voz – tenor), Gabriel Polegate (viola caipira), Rosa Migatta (voz -soprano), Sandra Golinelli (piano), Tatiana Paschoalli (declamadora) e Grupo Vocal Vozes do Itaqueri. Após a apresentação acontece a abertura da Exposição “1922 – 2022  – A Semana que não Acabou”, atividade em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna. Dia 19 de março, sábado, às 16h, gratuito. A exposição pode ser vista até 30 de abril, de terça a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados das 9h às 13h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima