Caldeirão Político

TRINDADE
O locutor Wilson Trindade continua pré-candidato a prefeito em Piracicaba. Talvez pela sexta vez, o funcionário público aposentado está anunciando que será candidato, ou seja, é pré-candidato para 2024, mas ainda não tem partido definido. A exemplo de outras vezes, Trindade virá com novidade em relação à legenda, como sempre.

 

ESVAZIAMENTO — I
Causa estranheza a notícia deste Capiau, idoso e cansado, de que houve esvaziamento do PDT (Partido Democrático Trabalhista) de Piracicaba, afirmam seus dirigentes. Para a direção do PDT local, houve, sim, o desligamento de dois ou três filiados insatisfeitos porque não conseguiram espaço para ditar suas vontades, pois a liderança atual preza pelas ações democráticas.

 

ESVAZIAMENTO — II
A direção do PDT de Piracicaba afirma que conta com apoio dos Diretórios Estadual e Nacional, que inclusive já destacou a presidente Carolina Angelelli para a agenda do pré-candidato a presidente Ciro Gomes, em Piracicaba e Região, assim como em outras cidades do Interior do Estado de São Paulo.

 

ESVAZIAMENTO — III
A direção local do PDT lembra, ainda, que, recentemente, foram instituídos os Movimentos Ecotrabalhismo, Ação da Mulher Trabalhista, Juventude Socialista. “E estamos em fase final de formação do Movimento Negro”, informa o vice-presidente da Comissão Executiva de Piracicaba, Max Pavanello.

 

BRITO — I
Edvaldo Brito, presidente do Partido Avante, relata que vai mostrar, publicamente, a corrupção que sempre denunciou durante a gestão do ex-prefeito Barjas Negri (PSDB). Fala-se que Brito está com o baú cheio de contratos e documentos que provam as irregularidades da gestão tucana na cidades. Tudo será exposto, segundo ele, desde o Semae até a saúde e educação, passando pelas PPPs. É a política pegando fogo. Brito foi candidato a prefeito em 2020, tendo pouco mais de dez mil votos.

 

BRITO — II
Segundo Brito, o prefeito Luciano Almeida (DEM) esteve em silêncio por não ter muito apreço a conflitos, mas a situação passou dos limites. De acordo com essa mesma fonte, ainda nos próximos dias, o ex-prefeito Barjas Negri sentirá o peso de seus delitos e a inconformação popular quando as irregularidades das suas gestões vierem à tona. Com esse intuito de críticas e articulações, Barjas tem utilizado seus amigos tucanos, especialmente os edis Pedro Kawai e André Bandeira. Parece fato notório que o ex-chefe do Executivo ainda não aceitou a derrota nas urnas.

 

BRITO — III
Edvaldo Brito tem comentado que não faz parte da administração do prefeito Luciano Almeida, mas tem feito sua defesa devido ao aniquilamento evidente que foi deixado pelo ex-prefeito Barjas Negri e seu grupo. Além disso, também tem dito que entende que o primeiro ano da atual administração foi necessário para colocar a casa em ordem. Será que Brito quer tomar o lugar do vereador Laércio Trevisan Junior (PL) de se especializar em “bater” em Barjas Negri?

 

BRITO — IV
Pelo jeito, esta guerra está só começando porque o ex-prefeito Barjas tem insistido em prejudicar a nova gestão, produzindo inverdades em suas manifestações nas mídias (vários artigos publicados em A Tribuna). A partir dessas informações, fica claro que Edvaldo Brito não vai fugir do embate e o desafio está lançado, segundo ele mesmo. O Capiau, idoso e cansado, acha que os ânimos devem se acalmar, lembrando que o atual vice-prefeito Gabriel Ferrato (DEM) foi prefeito quatro desses 16 anos tucanos.

 

PSB E PDT
Max Pavanello (PDT), Mário Neto (PSB) e Carolina Agelelli (PDT), em dezembro passado, durante conversa sobre política local e especialmente sobre projetos e ações conjuntas em benefício do Município de Piracicaba. Não deixaram de tratar, também, sobre as candidaturas para deputados estaduais e federais, assim como sobre as eleições presidenciais e ao Governo do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima