Prefeito debate crise hídrica em Sorocaba

Reunião

A maior crise hídrica dos últimos 70 anos preocupa todo país. Na região, em setembro, choveu apenas 26% do volume esperado para o mês. E as lideranças políticas estão se mobilizando para buscar alternativas e soluções para minimizar os impactos da estiagem.

Esta semana, o prefeito Dr. Alcides de Moura Campos Junior participou de uma reunião na Prefeitura de Sorocaba, com dirigentes das cidades da região que dependem da represa de Itupararanga e do Rio Sorocaba como fonte de abastecimento.

Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Piedade, Salto, Alumínio, Cerquilho, Ibiúna, Votorantim e Laranjal Paulista decidiram decretar Estado de Alerta devido à falta de chuvas. Serão realizadas análises, relatórios e reuniões quinzenais para acompanhar de perto a situação e orientar as decisões a serem tomadas.

O volume de água disponível é suficiente para apenas mais 100 dias, caso não chova nos próximos dois meses a situação será de emergência. Uma nova reunião será realizada daqui a duas semanas e a tendência é que o racionamento chegue a toda região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima