Capiau de Piracicaba

DILMO

O pastor Dilmo dos Santos (PSD), presidente do Diretório Municipal da legenda, foi candidato a prefeito em 2012, com o ex-deputado e ex-vereador Jairo Ribeiro de Mattos como vice, e não em 2008, como divulgou o Capiau. Este Capiau está ficando meio devagar com os cuidados que toma pela quarentena, necessários para toda população. Em 2008, o pastor Dilmo seria candidato a vice-prefeito do saudoso Gustavo Alvim (PV), mas perderam prazo para registro da chapa.

DUPLO?

O jornalista Xico de Sá raciocina um pouco diferente: será que o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) e o ministro da Saúde, José Henrique Mandetta (DEM) estão fazendo jogo duplo? O primeiro apoia os que querem volta ao trabalho, fim do isolamento, como salvador da pátria, e outro fica com os cuidados da saúde do povo, evitando mortos. São duas linhas no mesmo governo e a que der mais resultado fica entre eles mesmos.

AJUDA

Ao participar de live – coordenada pelo secretário geral do PT em Piracicaba, Ronaldo Almeida – com a deputada estadual Professora Bebel, do PT, o seu partido, sexta (10), à noite, o deputado federal Alexandre Padilha, sobre como enfrentar a pandemia de coronavírus, o parlamentar foi claro que tem destinado recursos, através de emendas parlamentares, à Santa Casa de Misericórdia de Piracicaba e ao Hospital dos Fornecedores de Cana, a pedido da deputada piracicabana. “Estivemos inclusive, antes mesmo da nossa posse, visitando estes hospitais, e pretendo voltar assim que passe esta pandemia”, disse Padilha, que é médico, e foi ministro da Saúde no governo Lula.

HOSPITAIS

Na live, a deputada Professora Bebel (PT) disse que é muito preocupante a questão desta pandemia de coronavírus e que, além de atuar na defesa dos professores e alunos da rede estadual de ensino, também tem preocupação com o que poderá ocorrer no pico desta pandemia. No limite, inclusive, diz que não descarta a possibilidade de transformar as 96 subsedes da Apeoesp em hospital de campanha para abrigar vítimas da Covid-19.

FALÊNCIA – I

O avanço da pandemia de coronavírus (Covid-19) pelo Brasil e a necessidade de isolamento social já afetam a economia brasileira. Como reflexo, o Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 poderá sofrer uma retração de 4,4%, a maior registrada no País desde 1962, segundo estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

FALÊNCIA – II

Os setores de Turismo e Hospitalidade já amargam prejuízo: a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) estima a falência de 10% dos hotéis, enquanto a Confederação Nacional do Turismo (CNTur) estima que 30% dos restaurantes e similares em toda a rede brasileira não suportarão a falta de clientes, totalizando cerca de 200 mil estabelecimentos fechando as portas, gerando uma onda maciça de desemprego num curto espaço de tempo.

SEM GLOBO

O presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) disse que não “assiste à Globo” e, por isso, não assistiu à entrevista do ministro da Saúde, José Henrique Mandetta (DEM). Interessantes esses desencontros de autoridades que estão, num só governo, a serviço da população. Capiau entende que tem que esperar para ver o que vai acontecer, não é possível prever.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima