Capiau de Piracicaba

ADRIANA

O PSL (Partido Social Liberal) está comemorando a chegada, de direito e de fato, da vereadora Coronel Adriana (despedindo-se do Cidadania) ao seu quadro, e vem para ser candidata a prefeita, num possível entendimento com o DEM, os Democratas, via empresário Luciano Almeida. Para ver, claro, quem sai na cabeça da chapa.

SERIA HOJE?

O filósofo e professor Paulo Ghiraldeli, com os seus 376 mil inscritos no YouTube, gravou na madrugada de ontem (30), uma mensagem sobre a possível assinatura de uma Medida Provisória, ou Decreto, para que encerre a “quarentena” que todos os governadores defendem, com apoio de centenas de prefeitos, inclusive seu ministro da Saúde, o médico Luiz Henrique Mandetta. O isolamento é, tecnicamente, fundamental para “brecar” o coronavírus e preparar todo sistema de saúde para enfrentar a pandemia. Para o professor, hoje (31 de março) seria o ideal para tomar essa atitude. Quem sabe?

ELEIÇÕES

Há, sim, a perspectiva de possível cancelamento das eleições em outubro, tendo em vista as dificuldades com a pandemia do coronavírus. Como há tempo ainda, é evidente que a decisão será na data mais apropriada e o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) já está com proposta nesse sentido. O momento é cuidar da saúde do povo e da economia do País, mas os técnicos da área saberão decidir bem. Que Deus nos proteja.

ALEX

O deputado estadual Alex de Madureira (PSD) comemora os R$ 4 milhões que o Governo do Estado destinou a Piracicaba, para combater o coronavírus, em momento difícil para todos. Alex é piracicabano, nasceu no Distrito de Artemis – onde também nasceu a deputada estadual Professora Bebel (PT) – e esteve no Palácio dos Bandeirantes com o governador João Dória para essa ação, que é de todo o Estado.

MACHADO

O presidente estadual de São Paulo e secretário-geral nacional do PTB, deputado Campos Machado, oficiou ao governador do Estado, João Agripino Costa Doria Junior, apelando para o barateamento dos remédios genéricos e de referência, mediante a implementação de nova metodologia para o cálculo de substituição tributária de medicamentos. Talvez o momento seja de suspender até o pagamento dos genéricos.

LAIR

O vereador Lair Braga (SD) se posicionou contra o fim da quarentena e a reabertura do comércio na cidade. Da tribuna da Câmara, perguntou quem escolheria a indústria, a empresa ou a conta bancária em detrimento de uma vida. Para ele, a vida deve vir sempre em primeiro lugar. “O comércio já começou a sentir os reflexos da quarentena e eu, mais do que ninguém, entendo a preocupação de todos, pois sem economia não há saúde, mas sem saúde não há vida”, refletiu.

SERRA

A Câmara de Vereadores aprovou por unanimidade três moções de apelo, do vereador Paulo Serra (CID), que pedem ações do Executivo para o combate ao novo coronavírus. Uma apela para que o prefeito Barjas Negri (PSDB) e o secretário de saúde, Pedro Mello, desenvolvam um plano para a criação de um hospital de campanha para o tratamento da Covid-19. E outra para a limpeza de ruas e parques com bomba de pressão contendo solução antiviral; e uma terceira moção pede que a Prefeitura disponha de uma equipe da Vigilância Sanitária, no terminal rodoviário, para orientar e realizar testes, como a medição da temperatura, em pessoas que chegam das regiões mais atingidas pelo novo coronavírus.

NANCY – I

A vereadora Nancy Thame (PV) assinou, junto a um grupo de mais de 70 políticos de diferentes legendas, um manifesto suprapartidário que defende a união de forças e respeito às recomendações internacionais para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil. A iniciativa é da Raps (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade), organização a qual a vereadora participa há alguns anos, e foi publicado na última quinta (26).

NANCY – II

O manifesto foi escrito após recente pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), terça (24), em que critica as medidas de isolamento tomadas por governadores e prefeitos e defende a retomada das atividades econômicas e escolares, com a adoção do que chamou de isolamento vertical (isolar só os mais vulneráveis como idosos e doentes crônicos). De acordo com a Raps, a postura contraria orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e da maioria da comunidade científica e epidemiológica.

NANCY – III

Para a vereadora Nancy Thame, “o isolamento vertical já mostrou ser ineficaz conforme experiências de outros países”. “Neste momento, enquanto pesquisadores e universidades buscam uma vacina eficaz para a erradicação deste vírus, nosso dever como cidadãos é seguir as orientações médicas da OMS, em que prioriza o isolamento social como uma das medidas eficazes para achatamento da curva de infecção do vírus. Isso é prevenção e planejamento, sendo uma maneira de diminuir o crescente número de vítimas fatais”, diz.

NOVO

O Partido Novo quer redução dos salários da elite do funcionalismo público federal. Difícil, hoje, entender como será a harmonia nacional entre saúde, economia, salários, direitos, e sobrevivência para muitos. Na crise e na fartura, nos anos de vacas gordas ou nos anos de vacas magras, uma coisa é certo: o pobre é o que mais sofre, o que mais demora para se recuperar, o que – como quase 32 milhões de brasileiros – não tem água encanada e sistema de saneamento, nem pensar. Será, Novo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima