Bancários: categoria se mobiliza por medidas de proteção

Os bancários, com uma Convenção Coletiva de Trabalho válida para todo o País e todas as empresas do setor, foram os primeiros a se mobilizar para pressionar o setor patronal a adotar medidas de proteção aos trabalhadores e clientes, em decorrência da pandemia de coronavírus (Covid-19). E o Sindban (Sindicato dos Bancários de Piracicaba) notificou as agências sobre medidas emergenciais que deveriam ser tomadas. O Sindban também realizou uma pesquisa na quinta (26), em 46 agências de oito bancos e foram encontrados 723 bancários. Destes apenas 56% estão efetivamente trabalhando, 21% estão trabalhando em home office e 16% foram dispensados por estarem no grupo de risco ou com crianças com idade escolar.
Cerca de 17% dos bancários estão fazendo revezamento e 6,2% deles estão em férias. Assim pode-se afirmar que apenas 39% dos bancários das 46 agências pesquisadas estão trabalhando todos os dias. “Embora o resultado possa não ser o desejado, ele mostra que o relacionamento do Sindban tentando sensibilizar os bancos dá aos bancários uma condição satisfatória de segurança par enfrentar a pandemia do coronavírus”, comenta o presidente do Sindban, José Antonio Fernandes Paiva.
PODER PÚBLICO

O Sindban e o Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba criaram um canal direto de diálogo com o prefeito Barjas Negri para debater propostas para a diminuição do contágio do coronavírus. Isso colaborou para o Decreto Municipal de Situação de Emergência na cidade. Carros de som dos sindicatos estão circulando a cidade para informar a população dos riscos e procedimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima