Bem Viver: encontros no Sesc discutem a cidade

Encontro: reimaginando a cidade para o bem viver – Crédito: Erasmo Spadotto

Projeto que traz para o debate as possibilidades de reconfiguração e reocupação dos espaços urbanos por grupos e culturas populares, ancestrais, heterogêneas e contra-hegemônicas, com respeito à diversidade, à convivência, à humanização e ao direito à vida em todas as suas formas. Tem como horizonte reflexivo a capacidade criativa e imaginativa do homem sábio e o Bem Viver, que nos desafia a quebrar paradigmas do colonialismo e a repensar as formas como nos relacionamos com nossa própria espécie e com a natureza. De 24 a 29 de março. As atividades acontecerão no Sesc e também em diversos pontos da cidade.

DEBATE

Somos humanidade? Como entender que existem mundos plurais para além do colonialismo cultural que endurece a vida nas grandes cidades, tomando consciência da existência do outro e fazendo respirar a (bio)diversidade? Como legitimar os modos de vida para o Bem Viver nas cidades? Estas e outras questões referentes à capacidade criativa e transformadora do homem serão debatidas por Hamilton Faria, poeta e sociólogo, Terezinha Rios, filósofa e educadora, com mediação de Marcos Sorrentino, educador e coordenador do Laboratório de Educação e Política Ambiental – Oca/Esalq.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima