Projeto Caipiracibano sobre dialeto será exposto no Fórum

O projeto “As Feição do Arco, Tarco, Verva”, inspirado no livro Dicionário do Dialeto Caipiracicabano do escritor Cecílio Elias Neto, está em exposição no Fórum de Piracicaba entre os até 31 de março. A exposição é um resultado da parceria entre o Departamento de Documentação e Transparência da Câmara de Vereadores de Piracicaba e o gabinete do vereador Pedro Kawai (PSDB).

Na mostra há obras dos artistas e ilustradores: Erasmo Spadotto, Maria Luziano, Marangoni e Tarciso de Barros Lorena; dos estagiários do Departamento de Documentação e Transparência da Câmara: Vitória Melega, Gabriela Barretto e Felipe Pasqualino Marques da Silva, com colaboração de Matheus Brandolise; de quatro alunos do artista Amauri Ribeiro: Mariana Oliveira, Marcos Saito, Bianca Menegon e Guilherme Fischer e do estagiário de design do Departamento de Comunicação, Felipe José Corrêa. “Além de termos encontrado artistas dispostos a darem suas contrições com as releituras, reverenciamos um livro de sucesso, de uma pessoa respeitada como o Cecílio Elias Netto”, disse o vereador Pedro Kawai.

A mostra foi exibida pela primeira vez na Câmara de Piracicaba, e, agosto do ano passado. O livro Dicionário do Dialeto Caipiracicabano – Arco, Tarco, Verva é considerado um dos mais conhecidos do jornalista Cecílio Elias Netto. Sua sexta edição foi publicada em 2016, com 1.479 verbetes.

Também estará no Espaço Cultural do Fórum, no corredor do piso 1, a exposição “Mulheres da Apap – 40 Anos de Arte”. Neste ano, a Apap (Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos) completa 40 anos e a exposição será com obras das mulheres artistas que fazem parte da associação, como homenagem no mês em que se comemora o Dia da Mulher. Participam da exposição: Angelica Stolf, Guida Aversa, Ivânia Tanaka, Regina Villara, Rose Mary, Silvia Dionisio e Sonia de Barros.

SERVIÇO

Exposições podem ser vista até 31 de março, de segunda a sexta, das 12h30 às 18h. O Fórum de Piracicaba fica à rua Bernardino de Campos, número 55.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima