Capiau de Piracicaba

CORRERIA

O que dará de correria, de 5 de março a 3 de abril, não está na conta da vida dos políticos, especialmente dos atuais vereadores se desejarem – sabe-se lá o porquê – a mudança de partido. Ou seja, será o tempo da acomodação partidária e que tem muito a ver com as disputas dos candidatos a prefeito, da formação das chapas que pretendem as 23 cadeiras do Poder Legislativo de Piracicaba. Esta dá barulho, uma formação estratégica; a outra, a chapa para prefeito e vice é que, mais do que barulho, dá trabalho. Nesse garimpo, o prefeito Barjas Negri (PSDB) já vem trabalhando desde que assumiu a chefia do Executivo em 2017 (ou melhor, quanto terminou a campanha de 2016…), e vários outros, seus adversários, trabalham há menos tempo. O único edil na oposição declarada, sistemática, é o vereador Laércio Trevisan Junior, do Partido Liberal (PL), que tem, como candidato a prefeito, o ex-vereador José Pedro Leite da Silva, o Zé Pedro, que foi secretário de Turismo de Barjas. Zé Pedro é um dos destacados líderes do Distrito de Tanquinho e foi vereador por vários mandatos.

LIMINAR – I

A Apeoesp obteve, segunda (2), liminar em ação civil pública contra normas impostas pelo Governo do Estado no processo do concurso de remoção de docentes. A juíza Maria Gabriella Pavlopoulos Spaolonzi concedeu a liminar nos itens reivindicado pela entidade presidida pela deputada estadual Professora Bebel.

LIMINAR – II

A decisão estabelece que o  Estado está obrigado a, no processo de coleta de vagas para a remoção de professores: “1. abster-se de coletar as aulas dos professores que, embora efetivos, estejam designados para ocupar cargos em comissão e/ou funções, tais como diretor de Escola, vice-diretor, professor coordenador, entre outros; 2. Abster-se de coletar as aulas excedentes dos docentes P, N e F.”

LIMINAR – III

Assim, a deputada Professora Bebel diz que o concurso de remoção deve ocorrer de forma correta, respeitando os direitos assegurados no Estatuto do Magistério e demais legislações.

BEBEL LULA

Na legenda da TV Assembleia, quando aparece a imagem da professora Maria Isabel Noronha, há o registro: “Deputada Professora Bebel Lula”. E, ontem, bateu em certos profissionais da Política: “Não sou deputada, estou deputada; eu sou professora do Estado”. E a PEC da Reforma da Previdência, como queria o governador Dória (PSDB), foi aprovada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima