Esalq aborda políticas públicas para mulheres

Como parte da programação do Mês da Mulher 2020, construído pela Procuradoria Especial da Mulher e demais instituições do município, acontece nesta terça (3), das 12h30 às 14h, no Pavilhão de Engenharia da Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) – avenida Pádua Dias, no bairro São Dimas -, a mesa-redonda “Políticas Públicas para Mulheres: 2 anos da Rede de Atendimento e Proteção à Mulher”.

Promovido pelo Gecop (Grupo de Estudos de Carreira, Organizações e Pessoas), em parceria com o Conselho Municipal da Mulher de Piracicaba e a Procuradoria Especial da Mulher, a mesa-redonda tem o objetivo de discutir as ações realizadas pela Rede de Atendimento e abordar a temática das mulheres na política, como uma forma de favorecer o diálogo entre a sociedade e a academia, com a construção de redes e ampliação de espaços pela criação de políticas públicas para mulheres.

Formada em março de 2018, a Rede de Atendimento e Proteção à Mulher é integrada por diversas instituições do município e se reúne mensalmente para discutir políticas públicas e ações voltadas às mulheres em Piracicaba. É coordenada pela Procuradoria Especial da Mulher, representada pelas vereadoras Nancy Thame (PSDB) e Coronel Adriana (CID), e pelo Conselho Municipal da Mulher de Piracicaba, que, no início dos trabalhos foi representado pela ex-presidente Laura Queiroz, e agora pela presidente Carolina Angelelli.

O grupo de trabalho já realizou, ao longo desses dois anos, discussões em busca de melhorias na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) em Piracicaba, com o envio de ofício dirigido ao governador paulista, João Doria (PSDB), e ao diretor do Deinter-9, Kleber Altale, que lista demandas consideradas urgentes para o combate à violência contra a mulher na cidade. A Rede também está construindo, desde o ano passado, fluxogramas que orientam os encaminhamentos para atendimento à mulher, junto a uma cartilha com informações sobre os serviços de apoio oferecidos às mulheres em Piracicaba, material que deve ser disponibilizado à toda população.

MÊS DA MULHER – A programação conjunta alusiva ao Mês da Mulher continua até o dia 25 de março, em diversos locais da cidade. As atividades foram definidas após a última reunião da Rede de Atendimento e Proteção à Mulher, em 4 de fevereiro, na Câmara, quando foram apresentadas propostas de atividades de diversas instituições. Toda a programação pode ser conferida no site da Câmara, pelo link: http://abre.ai/mesdamulher.

 

Rede de Atendimento à Mulher é integrada por diversas instituições – Crédito: Davi Negri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima