Eu sou Leão e Você?

Assim expressava Melvin Jones, “Você não vai muito longe, se você não começar a fazer alguma coisa por alguém”.
Essa tirada filosófica tem um sentido tão profundo e belo que enche de orgulho os Leões de todo o mundo.
Sou um privilegiado, pois, não pedi a ninguém para ser associado de um clube de Lions, eu fui convidado. Veja só que honra, ser convidado para pertencer a mais bela, a maior, melhor e mais fantástica associação de homens e mulheres de bons propósitos.
O Código de Ética do Leão foi inspirado no sentido de proporcionar ao associado à oportunidade de dedicar parte do seu tempo e recursos às pessoas com necessidades especiais bem como trabalhar, sem qualquer tipo de remuneração, para o desenvolvimento moral e cívico da sua comunidade e da sua pátria.
Sempre que surgir uma duvida a respeito do direito ou da ética de minha posição ou ação em relação ao outros, resolver essa duvida contra mim mesmo.
Manter amizades como um fim e não como meio. Ter em mente que amizades verdadeiras existem não levando em conta o serviço prestado por outro, mas que as verdadeiras amizades não exigem nada alem de aceitar o serviço no espírito no qual ele é prestado.
Sempre ter em mente minhas obrigações como cidadão para com meu país, meu estado e minha comunidade, assim como dar a eles minha lealdade permanente em palavras, atos e intenções. Conceder a eles voluntariamente meu tempo, trabalho e meios.
Ajudar outros mostrando solidariedade com seu sofrimento dando minha ajuda aos fracos e meu conteúdo aos necessitados.
É uma honra ser Leão, porem, para ser um verdadeiro Leão não basta ostentar o distintivo do Leão de duas Faces que nos identifica na lapela do seu lado esquerdo. Para ser um autentico Leão é necessário amar o próximo como o mesmo fervor que ser ama seu próprio filho.
Não se fabrica um Leão, ele é forjado no amor que dedica ao seu clubes, à sua família, comunidade e pátria.
Ser Leão é abdicar de qualquer tipo de remuneração pelo serviço prestado, banir a vaidade e o vedetismo, praticas que levará qualquer associado a galgar postos e cargos no clube, no distrito etc., tornará o companheiro que usufrui destes artifícios maléficos e questionáveis uma pessoa antipática no meio de verdadeiros Leões
O verdadeiro Leão já nasce líder, não é preciso bater no peito e gritar aos píncaros que é leão, o seu grito de amor deverá servir como exemplo de um bom filho, bom pai, bom esposo e amar a sua pátria.
O verdadeiro Leão não impõe sua vontade, usa sua influencia e a experiência ensinando com paciência e humildade e ao mesmo tempo aceita e valoriza a opinião dos seus pares.
No coração do verdadeiro Leão está acesa a chama do leonismo clareando o caminho dos bons propósitos no sentido de respeitar e praticar o Código de Ética do Lerão e os Propósitos de Lions.
Não deixe que esta chama seja apagada pelos falsos Leões que tem sempre uma boa e felina resposta na ponta da língua, preste atenção e analise friamente, verás que são palavras vãs sem sentido e sem leonismo no coração.
Eu sou Leão, e você? –

Presidente de Relações Publicas e Informações Leonisticas do DLC-3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima