Piracicaba: 8.000 toneladas de resíduos são descartadas de forma irregular

Recolhimento de resíduos irregulares é realizado por equipes da Sedema – Crédito: Divulgação/Prefeitura

 

Em 2019, o Setor de Gerenciamento de Resíduos da Sedema (Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente) recolheu cerca de 8.000 toneladas de resíduos descartados pela população, de maneira irregular, em áreas públicas do Município. O total de resíduos retirado pela pasta inclui 1.463 toneladas de entulho de construção civil, 4.358 toneladas de rejeitos – lixo domiciliar, móveis velhos e outros materiais que não podem ser reciclados – e 2.165 toneladas de madeira reaproveitável.

 

“Esse foi o total de resíduos descartados irregularmente pela população no ano passado em espaços públicos, áreas verdes, ribeirões e outros locais”, afirma Ludmar Antonio Romanini, responsável pelo setor de Gerenciamento de Resíduos da Sedema. O PMGIRS (Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) mapeou 27 pontos de descarte irregular em Piracicaba, comenta Romanini.

 

O recolhimento dessa carga de resíduos irregulares é realizado rotineiramente por equipes da Sedema, que utilizam retroescavedaeiras, caminhões e outros equipamentos para a limpeza dos locais afetados. No último dia 31 de janeiro, houve a retirada de material descartado numa área verde próxima ao campo do Vera Cruz, no bairro do Algodoal.

 

O responsável pelo Setor de Resíduos da Sedema frisa que o município possui oito Ecopontos, que são os locais adequados para o descarte de materiais inservíveis. “O volume máximo de descarte permitido nesses Ecopontos é de 1,0m3 (metro cúbico) por pessoa”, explica. Se o material descartado exceder esse limite, o cidadão precisa contratar o serviço de caçamba. “Além do prejuízo ambiental, que pode acarretar a contaminação do solo e outros problemas, o descarte irregular em locais inapropriados deixa a cidade com o visual comprometido, ou seja, fica feia”, lembra Romanini.

 

Os oito Ecopontos de Piracicaba são os seguintes: Monte Rey (rua Giovanni Ferrazo), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; aos sábados, das 7h às 16h; Bosques do Lenheiro (rua Sapucaia), de segunda a sábado, das 7h às 17h; Jardim Oriente (rua Professora Maria Isabel Teixeira Mendes, esquina com a rua Dr. Raul Machado Filho), de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h; aos sábados, das 7h às 17h; Ártemis (rua Fioravante Cenedese), de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h; aos sábados, das 7h às 16h; Mário Dedini I (rua Antônio Franco de Lima) e Mário Dedini II (rua dos Topázios); de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h; aos sábados, das 7h às 17h; Cecap/Eldorado (avenida Eurico Gaspar Dutra, ao lado da área de lazer) , de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; sábado, das 7h às 17h; Santo Antônio (rua João Laurelli) , de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, aos sábados, das 7h às 17h.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima