XV empata em último confronto antes do retorno à Copa do Brasil

Raphael Macena com a bola dominada – Crédito: Divulgação

 

O XV de Piracicaba empatou em 0 a 0 com o São Bento, no último sábado (1º), no Estádio Barão da Serra Negra, pela quarta rodada do Paulistão A2. Com o resultado, o Nhô Quim ultrapassou o Red Bull na tabela de classificação e, neste instante, é o 14º colocado, com dois pontos. O próximo desafio do alvinegro piracicabano será pela Copa do Brasil, nesta quarta (5), às 20h30, em Piracicaba, diante do Londrina, em jogo único pela primeira fase da competição.

 

O JOGO – A primeira finalização da partida foi de Allan Vieira, de longe, logo aos dois minutos. Uma bomba que passou perto da trave esquerda de Mota. Em seguida, o Nhô Quim teve boas chegadas, em bolas alçadas por Daniel Costa, novidade na equipe titular do técnico Tarcísio Pugliese. Os visitantes continuavam apostando nos arremates de longa distância, como o de Marcos Martins, aos oito minutos, e novamente com Allan Vieira, aos 17 minutos. Sem balançar as redes.

 

O Alvinegro Piracicabano tentou da mesma forma, com Filipe Cirne, aos 26 minutos. Lucas Macanham caiu e colocou para escanteio. Um minuto depois, Daniel Costa quase marcou um gol olímpico. A bola encobriu o goleiro, bateu na trave esquerda e não entrou. O meio-campista Evandro levou um cartão amarelo nos minutos iniciais da segunda etapa, cometeu outra falta dura aos nove minutos, recebeu o segundo amarelo e, consequentemente, foi expulso.

 

Com um homem a mais em campo pelo lado do XV, o confronto virou um ataque contra defesa. O São Bento se fechou no campo defensivo e dificultou as infiltrações quinzistas. O jeito foi voltar a tentar o arremate de longa distância, como fez Samuel Andrade aos 16 minutos. A bola saiu pela linha de fundo. A bola parada passou a ser a principal arma utilizada pelo time sorocabano. Aos 17 minutos, Allan Vieira cobrou falta e Flávio Boaventura cabeceou para fora.

 

Pugliese lançou mão do prata da casa Erison aos 23 minutos e o atacante quase marcou em seu primeiro lance. O atacante arrancou e chutou forte. A bola pegou no “pé” da trave. Os donos da casa levaram perigo mais duas vezes antes do apito final. Daniel Costa, aos 29 minutos, bateu escanteio, Diego Jussani fez a casquinha e a bola foi para fora. Aos 47 minutos, Wallace pegou sobra na entrada da área, finalizou de primeira, a bola desviou na defesa e foi por cima do gol.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima