Em seminário de planejamento, Conespi define ações para 2020

Wagner da Silveira: “participação nas discussões políticas deste ano” – Crédito: Divulgação

 

O Conespi (Conselho das Entidades Sindicais de Piracicaba) realizou seminário de planejamento, nessa sexta (31), quando definiu as principais ações a serem desenvolvidas ao longo deste ano de 2020, com foco na defesa dos trabalhadores e do desenvolvimento sustentável de Piracicaba, assim como a efetiva participação nas discussões políticas que se darão em função das eleições municipais. Realizada na sede campestre do Sintipel (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Papel, Papelão e Cortiça de Piracicaba), a reunião foi coordenada pelo presidente do Conespi, Wagner da Silveira, o Juca dos Metalúrgicos, que defendeu um maior envolvimento do movimento sindical nas principais decisões da cidade, e do secretário municipal de Trabalho e Renda, José Luiz Ribeiro, que fez um balanço da atual conjuntura, quando destacou que a cidade continua sofrendo com a falta de empregos, ocasionada pela política do atual Governo, que não tem gerado as oportunidades de trabalho esperada pela sociedade, mas assegurou que a sua pasta tem trabalhado firme tanto para facilitar a geração de oportunidades de trabalho e renda, assim como de qualificação e requalificação do trabalhador.

 

Uma das deliberações da reunião é de que os dirigentes sindicais ligados ao Conespi deverão incrementar ainda mais a participação nos conselhos municipais, onde são debatidas as ações e programas voltados à qualidade de vida da sociedade. Atualmente, como destacou o presidente Juca, o Conespi está presente em diversos conselhos, como o de Saúde, que tem como presidente Milton Costa, segundo vice-presidente da entidade, assim como no Conselho da Cidade, Desenvolvimento Industrial, Previdência Social, Mulher, Conselho Municipal do Trabalho, entre outros, mas a meta é de intensificar ainda mais esta atuação, voltada a ampliar a defesa dos interesses dos trabalhadores e da sociedade piracicabana. “Já temos efetiva participação nos conselhos, mas incrementar esta participação, com certeza, só irá contribuir para melhorar a qualidade de vida em Piracicaba para todos”, destacou Francisco Pinto Filho, o Chico, o segundo secretário do Conespi.

 

Foi ratificada na reunião a manutenção de um calendário de ações tendo como base o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março; o 28 de abril, Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, e o primeiro de maio, Dia do Trabalhador. “Estas datas vão ser marcadas por ações e movimentos dos sindicatos do Conespi e vão nortear o trabalho a ser desenvolvido no primeiro semestre deste ano, que são voltados também a garantir a saúde e a segurança do trabalhador”, destacou o vice-presidente do Conespi, José Antonio Fernandes Paiva.

 

Outra meta do Conespi é de participar ativamente das discussões políticas que se darão neste ano, em função das eleições municipais. “Atualmente, temos uma Câmara de Vereadores, com quem temos bom diálogo, mas que não tem a representação efetiva dos trabalhadores, como já tivemos em outras épocas, e justamente para voltar a termos uma voz mais forte, em defesa das nossas reivindicações, a nossa meta é de lançarmos candidatos a vereadores e conquistar algumas cadeiras no legislativo piracicabano”, ressaltou o presidente do Conespi, opinião também defendida por Osmir Bertazzoni, do Sindicato dos Trabalhadores Municipais, que também integra a diretoria executiva da entidade, após abordar os inúmeros trabalhos relevantes desenvolvidos pelos servidores municipais, que são fundamentais para a sociedade piracicabana.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima