Capiau de Piracicaba

NOVO – I
Nada de novo com o Partido Novo em Piracicaba. Depois de tantos esforços do professor Adolpho Queiroz – que achava que iria conquistar espaço entre eles –, o Núcleo local, presidido por Carol Andrade, não terá candidato ao Poder Executivo. Num comunicado, os membros do Partido Novo em Piracicaba desejam sucesso “às cidades habilitadas”, de acordo com a orientação nacional da legenda.

NOVO – II
“Acreditamos que apenas através de uma visão a longo prazo poderemos transformar a política da nossa cidade, Estado e País. Por isso, pedimos que mantenhamos nosso trabalho de fortalecimento do núcleo Novo Piracicaba e a formação de um grupo forte, para que uma política Nova de Verdade seja cada dia mais possível”, diz o comunicado do Partido Novo, cujo texto é iniciado “com pesar”.

FOTOS
Nas redes sociais, circula um quadro de fotos em que aparecem os possíveis candidatos a prefeito de Piracicaba, começando por Pedro Mello, Érika Gorga, Zé Pedro Leite, Luciano Almeida, Laércio Trevisan Junior, Coronel Adriana, Nancy Thame e Professor Adelino, menos o prefeito Barjas Negri que trabalha pela reeleição pelo seu PSDB. E falta definir um vice, cujo nome é um fantasma a vagar entre os andares do Edifício do Centro Cívico.

EM CAMPANHA
Os “Patriotas” em Piracicaba estão em campanha para filiar mulheres no seu quadro. É legenda 51 que procura espaço na praça política local, enquanto o PC do B tem o nome do advogado Sérgio Spenassato à disposição para disputar o cargo de prefeito. Por sua vez, Edvaldo Brito deve sair pelo Avante. Enfim, todos em campanha, apesar de não aparecer tanto. O PSDB aparece mais, anda mais, porque o prefeito Barjas Negri – não se pode negar – é articulador.

ADOLPHO
Entusiasta com o Partido Novo, até com certos exageros, o professor Adolpho Queiroz – com apoio liderado pelo radialista Djanse de Lima – está para definir, com o ex-prefeito Adilson Maluf, se tomará o rumo com o Partido Progressista (PP), que, por sua vez, não terá o vereador Capitão Gomes como candidato à reeleição. Mas Gomes deve estar entre os cinco primeiros da lista de candidatos a vice de Barjas Negri (PSDB), ou vai trabalhar na futura administração tucana, se confirmadas as articulações do ex-ministro da Saude. Quando a desilusão de Queiroz pelo Novo, assunto mais para a frente.

DEPUTADOS
O balanço das eleições municipais em Piracicaba não pode deixar de contar com a influência que terão, em outubro, dos deputados estaduais Alex de Madureira (ou Oliveira), que é do PSD, e Professora Bebel, do Partido dos Trabalhadores (PT). Roberto Morais, do Cidadania, está em ritmo menor, considerando que os cuidados pela saúde são prioritários e parece não estar disposto a enfrentar uma batalha eleitoral, como no passado. Os três, de qualquer forma, estarão nesse balanço, a partir da definição dos nomes pelas legendas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima